Uma breve história da Reforma (resumo)

O ator Werner Schunemann apresenta este excelente trabalho da Igreja Luterana no  Brasil em comemoração aos 500 anos da Reforma Protestante. São 11 episódios que contam a história da Reforma, de Martinho Lutero e dos eventos que o cercavam. Vídeos bem curtos, de poucos minutos. Segue o vídeo com a compilação de todos os episódios:

Anúncios

A Reforma para o século 21

A Reforma para o século 21 “Reforme a sua vida, reforme o mundo” – Uma reflexão sobre a Reforma Protestante do séc. XVI e suas implicações para o séc. XXI, sua relevância para o mundo contemporâneo e urgência para nossa espiritualidade.

Veja como a maior revolução social do mundo ocidental iniciou com uma revolução espiritual, fruto direto de uma compreensão mais clara da Palavra de Deus, as Sagradas Escrituras. A Reforma Protestante iniciou nos corações das pessoas, transformando as famílias, as igrejas, as cidades e nações inteiras. O seu impacto redefiniu a educação, a ciência, as artes, as relações sociais, trabalhistas e a economia. Moldou e marcou de forma profunda o mundo ocidental e seus efeitos reverberam até os dias de hoje.

500 Anos da Reforma (Programa para os Jovens)

22728947_1000789943396367_5588880964446688377_n.png

“OS JOVENS E A REFORMA: Os cinco séculos que mudaram o mundo.” Uma reflexão sobre a Reforma Protestante do séc. XVI e suas implicações para o séc. XXI, um movimento de grande relevância para o mundo contemporâneo, especialmente para os mais jovens. 

*18h00 – Workshop: “A Maior Revolução Cultural do Mundo” Uma breve perspectiva histórica deste movimento e seu impacto na sociedade em todos os seus aspectos: nas artes, na ciência, na educação e nos relacionamentos sociais e econômicos do mundo ocidental. (Teol. Edgard Casolli)
*19h00 – Coffee Break
*19h30 – Adoração e Louvor:
Mensagem: Samuel Tassi
Louvor: Grupo Essência
*21h00 – Encerramento e confraternização (Salão Social)
Entrada Franca (Para os jovens e para toda família)
Igreja Presbiteriana Vila Alpes http://ipvalpes.org/
Rua Domingos T. Mendonça, 1121 (Vila Alpes)

1a Palestra: Os Jovens e os 500 anos da Reforma (Pr Edgard)    

2a Palestra: Parábola do Filho Pródigo (Lucas 15) Samuel Tassi     

Para o Louvor da Sua Glória (Efésios 1)

500

Para o Louvor da Sua Glória – “O Pai Elegeu, o Filho Redimiu e o Espírito Selou.” Efésios 1

  • 08/10 – O Pai Elegeu para o Louvor da Sua Glória
  • 15/10 – O Filho Redimiu para o Louvor da Sua Glória
  • 22/10 – O Espírito Selou para o Louvor da Sua Glória

“Ecclesia reformata et semper reformanda secundum verbum Dei”

A Igreja Reformada, sempre reformando de acordo com a Palavra de Deus” 

Este princípio regeu a Reforma Protestante do Século XVI e continua vivo e ativo nas igrejas herdeiras da Reforma. Precisamos revisar constantemente nossa fé e prática, se estão de acordo com a Palavra de Deus. A Glória de Deus depende deste exercício espiritual da igreja. Quando as principais doutrinas da Graça são distorcidas e centralizadas no homem, na ação do homem, no mérito do homem, na escolha do homem… Deus não é glorificado!

Cooperador de Deus (3a Carta de João)

COOPERADORDEDEUS

Tanto o Evangelho de João, Apocalipse e estas três cartas são escritas pela mesma pessoa, ou seja, o Apóstolo João.  O propósito destas três cartas era orientar a igreja de Cristo sobre o avanço missionário, alertar quanto aos falsos profetas e encorajar a igreja a se engajar no avanço da Missão.

Hospitalidade: Era método usado pela igreja nos primeiros séculos para acolher e enviar missionários pelo mundo. Este ministério era vital para o avanço da igreja, mas falsos profetas se aproveitaram deste “método” para se infiltrarem nas igrejas trazendo assim grandes transtornos. O Apóstolo escreve estas 3 cartas principalmente para orientar a igreja sobre estes desafios como lemos em 1a João 4.1:

Amados, não deis crédito a qualquer espírito; antes, provai os espíritos se procedem de Deus, porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo fora. 2 Nisto reconheceis o Espírito de Deus: todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus;

Esta 3ª Carta vai tratar mais especificamente desta dificuldade com a prática da “hospitalidade” e uma divergência que houve dentro da igreja sobre o tema destacando principalmente dois nomes: Gaio e Diótrefes

  • Gaio: Cooperava com a Missão
  • Diótrefes: Atrapalhava a Missão
  1. Gaio: O Cooperador de Deus

O presbítero ao amado Gaio, a quem eu amo na verdade. 2 Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma. 3 Pois fiquei sobremodo alegre pela vinda de irmãos e pelo seu testemunho da tua verdade, como tu andas na verdade.

Observamos que Gaio:

  • Cooperava financeiramente
  • Estimulava toda a igreja a fazer o mesmo
  • Dava bom testemunho
  • Era motivo de alegria para todos
  • Fazia a Obra de Deus prosperar
  1. Diótrefes: O não Cooperador de Deus

9 Escrevi alguma coisa à igreja; mas Diótrefes, que gosta de exercer a primazia entre eles, não nos dá acolhida. 10 Por isso, se eu for aí, far-lhe-ei lembradas as obras que ele pratica, proferindo contra nós palavras maliciosas. E, não satisfeito com estas coisas, nem ele mesmo acolhe os irmãos, como impede os que querem recebê-los e os expulsa da igreja.

Observamos que Diótrefes:

  • Não cooperava financeiramente
  • Desestimulava toda a igreja a fazer o mesmo
  • Dava péssimo testemunho
  • Era motivo de tristeza para todos
  • Fazia a Obra de Deus paralisar

CONCLUSÃO E APLICAÇÃO

  • Hoje, para sermos Cooperadores de Deus, levarmos a Missão para frente e avançarmos com a Obra de Deus na terra pode ter mudado seu método, mas a situação é a mesma. Ou seja, na Obra de Deus só existem dois lados: O lado de Gaio ou o lado de Diótrefes. De que lado você está?

Cooperadores de Deus (Exposição de 3a João)

Rev Edgard Casolli

A Armadura de Deus (Efésios 6)

É inegável que existe uma luta espiritual para enfrentarmos, no entanto, sabemos que há muita confusão em torno deste assunto. Lemos em ž1ª Pedro 5:8 “Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda em derredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; 9 resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aos vossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo.” žEm 2ª Coríntios 10 o Apóstolo Paulo nos lembra que “as armas da nossa milícia não são carnais”:  “ž3 Porque, embora andando na carne, não militamos segundo a carne.  4 Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas (no gr. logismos = argumento lógico)  5 e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo,”

Para vencermos os astutos métodos de Satanás, a Palavra de Deus nos orienta sobre o tema de forma segura:

Efésios 6.11 Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; 12 porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes. 13 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, depois de terdes vencido tudo, permanecer inabaláveis.

Veja quais são as seis peças desta armadura:

  1. CINGINDO-VOS COM A VERDADE: CINTO

žv. 14a   Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade

  1. VESTINDO A COURAÇA DA JUSTIÇA:

žv. 14b e vestindo-vos da couraça da justiça.

  1. CALÇANDO AS SANDÁLIAS:

žv. 15 Calçai os pés com a preparação do evangelho da paz;

  1. EMBRAÇANDO O ESCUDO DA FÉ:

žv.16 embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.

  1. TOMANDO O CAPACETE DA SALVAÇÃO:

žv.17 Tomai também o capacete da salvação e...

  1. TOMANDO A ESPADA DO ESPÍRITO:

žv. 17b a espada do Espírito, que é a palavra de Deus;

armadura-de-deus-e1464017647935.jpg

Assista esta mensagem da Palavra de Deus para a sua edificação espiritual sobre o tema. Exposição de Efésios 6 “A Armadura de Deus”: